Cuidados ao passear com os pets em dias quentes – Minassal Distribuidora

Todo tutor de pet sabe que os peludinhos adoram mesmo é passear. Pode ser pelo parque, pela praça, na casa de um familiar ou mesmo na calçada, acompanhando o tutor enquanto coloca o lixo pra fora. O que importa é sair para explorar lugares novos. Se seu pet também se diverte muito nos passeios, que tal estabelecer uma rotina? Mas você sabe quais os cuidados com os pets em dias quentes?

Trouxemos neste conteúdo algumas dicas essenciais para que você possa manter a rotina de passeios no verão, com toda a segurança e conforto que seu pet merece. Confira!

Dicas e cuidados essenciais para passear com os pets nos dias quentes

As dicas listadas abaixo são recomendadas para pets com quadro clínico saudável, antes de criar o cronograma de passeios do seu pet, agende uma visita ao médico veterinário para ter certeza de que está tudo bem. Os peludinhos que apresentam problemas de saúde ou doenças crônicas necessitam de cuidados e atenção especial.

1. Mantenha o pet hidratado

Assim como nós, os peludinhos precisam manter seu organismo hidratado e precisam consumir uma quantidade maior de água nos dias mais quentes. O ideal é manter um potinho com água filtrada e fresca sempre à disposição do seu pet, para que ele possa beber quando sentir necessidade.

Durante o passeio, mesmo que seja por alguns minutos, não se esqueça de levar uma garrafinha com água limpa e fresca e um potinho para que você possa oferecer ao seu amiguinho. A atividade física, aliada ao calor, pode acelerar o processo de desidratação.

Se você não notar qualquer sinal de que o pet está com sede, ofereça água da mesma forma. Deixe que ele beba à vontade, afinal a água faz tão bem para a saúde deles quanto para a nossa.

2. Procure ambientes arborizados e ventilados

A melhor opção para um passeio seguro com o seu peludinho, é planejar com bastante antecedência. No momento da escolha do local, opte por ambientes que tenham árvores e, de preferência, um gramado. Dessa forma seu pet poderá caminhar sob a sombra e sem machucar os pés no asfalto ou concreto quentes.

Mesmo que os pets pareçam não se incomodar muito com o calor do sol, mantê-los expostos por muito tempo sob o calor pode causar sérios prejuízos à saúde dos pequenos.

Preste bastante atenção nos sinais de que seu pet está cansado e está na hora de voltar para a casa. É claro que ele permanecerá animado durante todo o passeio, mas se você notar que ele apresenta dificuldade para respirar, bebe água em excesso, permanece sentado por um período maior do que o comum ou está quente demais, está na hora de finalizar o passeio.

3. Evite os horários mais quentes do dia

A regra dos humanos também vale para os pets. Nada de caminhadas e passeios nos horários em que a incidência de calor e luz solar é maior, como, por exemplo, meio-dia.

Escolha horários mais frescos, como as primeiras horas da manhã ou o finalzinho da tarde. Assim a temperatura estará mais adequada para que seu pet possa brincar por mais tempo e aproveitar o passeio. Não se esqueça que seu pet possui excesso de pelos e pode sofrer mais com o calor.

4. Mantenha o banho e tosa em dia

Passear fora de casa é realmente uma atividade muito divertida, principalmente para os peludinhos curiosos e que adoram conhecer coisas novas. Mas não se esqueça de manter o banho e tosa em dia, afinal a rua é um local repleto de sujeiras e não queremos que nossos pets apresentem qualquer problema de saúde.

Além disso, os pets mais peludinhos podem sentir mais calor que o normal. Manter a tosa em dia permite que eles se sintam mais fresquinhos e possam brincar e correr com mais tranquilidade.

5. Cuidado com a água!

Se você mora perto da praia ou o lugar onde costuma caminhar com o pet possui água, como lagos, rios ou até mesmo a fonte da praça, muito cuidado!

Alguns pets naturalmente adoram brincar na água e até praticar um pouco de natação, ainda mais em dias quentes e ensolarados. Mas apesar de serem bons nadadores, os pets podem não ter noção das condições da água, o que pode ocasionar acidentes graves.

Além do grande risco de afogamento, seu peludinho pode tentar beber a água suja e contrair algumas doenças, comprometendo sua saúde e bem-estar. Dependendo da temperatura do corpinho do seu pet, entrar em contato com a água gelada também pode fazer muito mal.

Que tal marcar o próximo passeio?

Agora que você já sabe quais são os cuidados básicos para passear com o pet nos dias mais quentes, que tal planejar o próximo passeio em um lugar muito divertido?

Além de fazer bem para a saúde, promovendo a prática de atividade física e melhorando a imunidade, passear com o seu peludinho e compartilhar momentos assim ajuda a fortalecer os laços.

Gostou do nosso conteúdo? Leia também: Como dar banho no cachorro em casa: dicas práticas