KiteKat Sachê: a opção ideal para o seu gato – Minassal Distribuidora

KiteKat Sachê: a opção ideal para o seu gato

Os tutores de gatos sabem o quão difícil é agradar o paladar dos felinos. Além dos bichanos serem muito exigentes, eles também adoram um agrado, seja na forma de petiscos ou ração úmida. Mas não são todas as marcas que atendem às necessidades nutricionais que o seu gato precisa. É por isso que na próxima vez que você for comprar o alimento do seu pet, procure por KiteKat Sachê.

Ração úmida faz mal?

Muitas pessoas pensavam que a ração úmida, causava algum mal para os gatos. Entretanto, graças a vários estudos desenvolvidos por especialistas em saúde animal, sabemos hoje que os sachês são um ótimo complemento na dieta do seu bichinho, porque além de deliciosos, oferecem uma refeição completa para ele.

Além das várias vitaminas e minerais que possuem, os sachês de comida para gato têm uma grande quantidade de proteína. Tais elementos ajudam no desenvolvimento saudável do pet, isso porque os gatos, predadores por natureza, necessitam de uma quantidade muito maior de proteína do que outros animais, como os cães, por exemplo.

Outro ponto importante é o nível de água que os sachês têm. Você já deve ter ouvido falar que os gatos não consomem muita água, não é? Isso acontece porque antes de serem adestrados, os seus ancestrais que são de origem desértica, conseguiam todo o líquido que precisavam da sua caça. Então, eles carregam esse traço até hoje, o que faz com que a ingestão de água no dia seja bem baixa.

Em uma entrevista ao Canal do Pet, a médica veterinária Carolina Ferreira afirmou que “deve-se dar sempre a comida úmida para complementar a ingestão hídrica do gato”. Essa falta de água, mais os níveis de sódio na ração sólida, faz com que os felinos tenham muitos problemas no trato urinário. Logo, o líquido no sachê deixa o gato mais hidratado e menos propenso a desenvolver tais doenças.

Leia também: Cuidados pós-castração de gatos

Por que o KiteKat Sachê é uma ótima opção para o seu gato?

O KiteKat Sachê, além de conter proteínas de alta qualidade e o molho que auxilia na hidratação, também oferece uma seleção de vitaminas e minerais para dar mais vitalidade ao seu gato.

Aliás, os sachês da KiteKat possuem o Ômega 6, um ácido graxo essencial para a nutrição dos gatinhos.

A família do ômega 6 possui vários ácidos que os gatos são incapazes de produzir. Ou seja, esse nutriente essencial na dieta de gatos precisa ser reposto através da alimentação. Os ácidos graxos ômega 6 são necessários não só para a auxiliar na reprodução, como também para melhorar a condição da pele e pelo saudável.

Quais são os sabores do KiteKat Sachê?

A linha KiteKat Sachê oferece três sabores que irão atender ao paladar sofisticado do seu gato. Afinal, você quer que ele esteja sempre feliz e saudável,pronto para mais um dia de travessuras.

Em embalagens de 70g, você irá encontrar os sachês nos sabores: carne, peixe e frango.

É possível oferecer esse sachê inteiro como uma refeição para o seu pet. Contudo, vamos ressaltar que antes de introduzir qualquer ração ou suplemento na dieta do seu amiguinho, você precisa consultar o veterinário.

E não se esqueça também, como já falamos aqui no blog, que há uma quantidade ideal de comida que o seu pet deve consumir por dia. É claro que a quantidade pode variar de acordo com o porte, peso, idade, raça e quadro clínico, mas de uma forma geral, ofertar alimentos em maior ou menor quantidade do que o ideal pode causar sérios problemas de saúde e falha nutricional.

Os sachês são considerados alimentos completos e seu peso médio deve ser descontado da quantidade de comida a ser ofertada ao gatinho durante o dia. Por exemplo, se seu peludinho tem o costume de comer três vezes ao dia, reduza uma das refeições de ração seca e oferte o sachê no lugar.

Nunca oferte o sachê como “petisco” ou como uma espécie de “sobremesa”. O excesso de comida pode levar seu pet a sérios quadros de obesidade, comprometendo não só a saúde como também a qualidade de vida do seu amiguinho.

Leia também: Qual a diferença entre ração, suplemento e medicamento