Você sabe o que é massoterapia canina? – Minassal Distribuidora

massoterapia canina

Assim como manter a carteirinha de vacinação e a higiene do cãozinho em dia são essenciais para garantir a saúde do pet, algumas práticas simples podem trazer benefícios inimagináveis e melhorar muito a qualidade de vida do seu peludinho. Esse é o caso da massoterapia, um tipo de tratamento alternativo usado por muitos veterinários para auxiliar no tratamento de doenças caninas físicas e mentais.

Mas você sabe o que é a massoterapia canina e quais benefícios essa prática traz para a saúde do seu amiguinho de quatro patas? Neste conteúdo explicamos a importância da massoterapia e como torná-la aliada nos cuidados com o bem-estar do seu peludinho.

Benefícios da massoterapia canina

Uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação balanceada e regrada contribuem diretamente para o equilíbrio físico e mental do cãozinho, assim como o sono tranquilo e a boa higiene. Mas existem práticas naturais que podem ajudar no tratamento médico de enfermidades ou doenças crônicas do seu pet.

A massoterapia canina, também conhecida como massagem terapêutica, é uma forma de terapia auxiliar ao habitual tratamento médico que busca reduzir distúrbios e doenças no sistema nervoso e muscular dos pets. Cada vez mais popular e com benefícios comprovados nos mais diversos estudos, a massagem terapêutica também pode ajudar:

  • no controle da Síndrome de Ansiedade Canina;
  • alívio das dores (em especial dores musculares);
  • redução da carga de estresse do animalzinho;
  • melhora na circulação sanguínea;
  • previne doenças (como a artrite, por exemplo);
  • traz sensação de conforto ao pet;
  • fortalece o vínculo entre o peludinho e o tutor.

Como fazer massoterapia canina em casa?

Assim como qualquer tipo de tratamento terapêutico, a massoterapia canina deve ser orientada e conduzida por um veterinário ou profissional capacitado e responsável. A massagem conduzida de forma incorreta pode não só perder todos os benefícios esperados quanto prejudicar seriamente a saúde do peludinho.

Por isso vale a pena consultar o médico veterinário de confiança e pedir por recomendações de profissionais e locais onde seu cãozinho possa seguir o tratamento, no entanto é possível que o tutor faça pequenas massagens mais simples nos pets mesmo em casa.

Abaixo listamos os tipos de massagem que podem ser praticados pelo tutor:

  • Massagem nas patinhas;
  • Massagem nas costas;
  • Massagem na barriga;
  • Massagem no rosto e pescoço.

O tutor pode iniciar a massagem fazendo carinho no pet até que ele sinta confiança o bastante, após isso pressione as pernas e patinhas do pet levemente e massageie com movimentos circulares. O mesmo procedimento pode ser repetido nas costas e no pescoço, porém alguns cuidados especiais devem ser tomados ao massagear a barriga e rosto do peludinho.

Movimentos bruscos devem ser evitados ao massagear o rosto do pet, assim o tutor não corre o risco de lesionar áreas mais delicadas como olhos, nariz e orelhas. Deve-se evitar também segurar o rosto do cãozinho, pois isso pode deixá-lo irritado.

Ao massagear a barriga do pet, o tutor deve ficar atento às reações do amiguinho de quatro patas. Apesar de os peludinhos adorarem receber carinho na barriga, essa área do corpo é mais sensível e o peludinho pode não ficar tão contente com a massagem.

Aliar o processo de massagem com o banho também pode ser uma opção muito relaxante e divertida.

Gostou do nosso conteúdo? Leia também: Como dar banho no cachorro em casa: dicas práticas

1 Comentário

  1. […] Gostou de nossas dicas? Leia também: Você sabe o que é massoterapia canina? […]

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.